10 dicas para evitar ser vítima dos esquemas de phishing

Ninguém quer ser vítima de um esquema de phishing. No entanto, há uma boa razão para que tais golpes continuem a ser executados na internet: Eles algumas vezes são bem sucedidos. Os esquemas de phishing existem praticamente desde o início da Internet, e não dão sinais de diminuir – muito menos de desaparecer. Felizmente, existem maneiras de evitar tornar-se uma vítima destes esquemas…

10 dicas para evitar ser vítima dos esquemas de phishing

1. Mantenha-se informado sobre as técnicas de Phishing

Quase todos os dias aparecem novos esquemas e técnicas de phishing. E se você não se mantiver informado as chances de se tornar uma vítima serão maiores. Esteja atento a notícias sobre novos golpes de phishing. Ao descobrir como funcionam esses golpes o mais cedo possível, você correrá menos riscos de ser apanhado em algum desses esquemas.

Algumas das técnicas de phishing mais usadas pelos atacantes:

– Incorporar um link num e-mail que redireciona a potencial vítima para um site não seguro onde são solicitadas informações confidenciais;
– Instalar um cavalo de Tróia através de um anexo ou anúncio malicioso enviado via email, que permite ao intruso explorar falhas e obter informações confidenciais;
– Mascarar o endereço do remetente do e-mail para tentar fazer-se passar por uma entidade respeitável e solicitar informações confidenciais;
– Tentar obter informações por telefone fazendo-se passar por uma entidade bancária da qual a pessoa é cliente.

2. Clique o menos possível em links

Não há problema nenhum em clicar em links quando você está em sites confiáveis. Contudo, clicar em links que aparecem em e-mails aleatórios ou mensagens instantâneas não é um comportamento inteligente. Os hiperlinks são comumente usados para levar os usuários da Internet desavisados a sites de phishing. Passe o rato sobre os links duvidosos antes de clicar neles e veja se eles realmente levam para onde deveriam levar.

3. Instale uma barra de ferramentas anti-phishing

A maioria dos navegadores de Internet podem ser personalizados com barras de ferramentas anti-phishing. Essas barras de ferramentas executam verificações rápidas nos sites que você está a visitar, comparando-os com listas de sites de phishing conhecidos. Se você “tropeçar” num site mal-intencionado, a barra de ferramentas irá alertá-lo. Esta é apenas mais uma camada de proteção contra esquemas de phishing, e é totalmente gratuita.

4. Verifique a segurança do site

É natural ser-se cauteloso quando se tem que fornecer informações financeiras sensíveis na internet. No entanto, se você estiver num site seguro então em princípio não haverá qualquer problema. Antes de fornecer as suas informações do cartão de crédito num site verifique sempre:

– se o URL do site começa com “https”;
– se é exibido o “ícone do cadeado” perto da barra de endereço;
– verifique também o certificado de segurança do site.

5. Verifique as suas contas online regularmente

Se você não visitar uma conta online por algum tempo, alguém poderá estar a fazer o que bem lhe apetecer na sua conta. Mesmo que você não precise fazer nada lá você deve verificar as suas contas online regularmente. Habitue-se também a alterar as suas passwords regularmente.

dicas para não cair em esquemas de phishing

6. Mantenha o seu navegador de internet atualizado

Patches de segurança são liberados a toda a hora para os navegadores de internet mais populares. Eles são liberados em resposta às falhas de segurança que os phishers e outros hackers inevitavelmente descobrem e exploram. Se você normalmente ignora as mensagens de atualização do seu navegador, então deve modificar o seu comportamento. Assim que uma atualização estiver disponível, faça o download e instale-a.

7. Use Firewalls

As firewalls de alta qualidade atuam como uma barreira entre você, o seu computador e possíveis intrusos externos. Você deve usar dois tipos diferentes: uma firewall de desktop e uma firewall de rede. A primeira opção é um tipo de software, e a segunda opção é um tipo de hardware. Quando usadas em conjunto, elas reduzem drasticamente as probabilidades de hackers e phishers se infiltrarem no seu computador ou na sua rede.

8. Desconfie dos Pop-Ups

As janelas pop-up costumam fazer-se passar por componentes legítimos dos sites. Muitas vezes, porém, são tentativas de phishing. Muitos navegadores populares permitem bloquear as janelas pop-up – sendo que você pode permitir-las caso a caso (site a site). Se alguma vez se deparar com uma janela pop-up duvidosa NÃO clique no botão “cancelar” porque em muitos casos esses botões levam a sites de phishing. Em vez disso, clique no pequeno “x” no canto superior da janela.

9. Nunca forneça informações pessoais sensíveis

Regra geral, você nunca deve compartilhar informações pessoais ou financeiras sensíveis através da Internet. Esta é uma regra de ouro que se estende desde o início da própria internet, uma altura em que os usuários tinham que ser avisados constantemente devido às altas taxas de sucesso dos primeiros esquemas de phishing. Em caso de dúvida, visite o site principal da empresa em questão, obtenha o número de telefone e ligue-lhes.

10. Use software Antivirus

Existem inúmeras razões para usar software antivírus. Assinaturas especiais que estão incluídas nos softwares antivírus protegem contra falhas e lacunas tecnológicas conhecidas. E não se esqueça de manter o seu software antivírus sempre atualizado. Novas defesas são adicionadas a toda a hora porque novos esquemas também estão sendo desenvolvidos a toda a hora.

 

Resta-me desejar que siga estas dicas valiosas para evitar ser mais uma das muitas vítimas de phishing.

Se tiver mais alguma dica a acrescentar a esta lista COMENTE ABAIXO!

E-BOOK GRATUITO

Para Receber Gratuitamente o E-book "10 Passos Simples para Livrar-se das Dívidas Rapidamente" coloque o seu Nome e Email abaixo:






Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *