Evite estas 5 desculpas para começar a economizar dinheiro agora

Ter que lidar com dinheiro e pagar as contas faz parte da vida de qualquer adulto. Hipoteca ou renda, seguros, comida, reparos na habitação, despesas com os filhos, com o carro, enfim… a lista nunca mais acaba. Com todo este dinheiro a sair todos os meses, pode tornar-se fácil dar desculpas para o facto de não estar a constituir o seu pé-de-meia.

Mas a verdade é que colocar algum dinheiro de parte é crucial – quer seja para emergências, para a educação dos seus filhos ou para a reforma. E, assim sendo, neste artigo vou falar das desculpas mais comuns que fazem com que a maioria das pessoas não poupem e também dar algumas dicas sobre como evitar esses lugares comuns e começar a poupar hoje mesmo.

Evite estas 5 desculpas para começar a economizar dinheiro agora

Desculpa # 1: Eu sei que devia poupar mas não sei como fazer nem como começar

Começar o seu pé-de-meia é mais simples do que pensa. As pessoas que delineiam um plano de poupança têm duas vezes mais hipóteses de sucesso ou seja, de conseguir economizar dinheiro para fazer face a imprevistos e para a reforma.

Mas qual é o primeiro passo que deve dar? A forma mais simples de começar é criar um plano de poupança – definindo uma meta realista (por exemplo economizar para investir na sua educação) – e em seguida, anotar quanto você vai economizar a cada mês e durante quanto tempo vai fazer isso.

Desculpa # 2: Porque hei-de preocupar-me em poupar dinheiro quando depois posso perdê-lo nos mercados financeiros?

É verdade que investir nos mercados financeiros tem riscos, mas isso não é desculpa para deixar de investir ou de poupar em geral. O segredo é começar devagar, com pequenas quantias e em produtos de menor risco. Dessa forma, você irá ter boas experiências desde o início, e ganhará confiança para continuar a economizar e a investir ainda mais.

evite as desculpas que o impedem de poupar dinheiro

Desculpa # 3: Com taxas de juros tão baixas, não vale a pena poupar porque não vai fazer grande diferença

Obviamente que não vai ficar rico investindo em depósitos a prazo, contudo ter uma conta poupança proporciona paz de espírito e segurança caso haja alguma emergência. Para além disso, por muito baixos que sejam os juros que irá receber é sempre melhor do que não receber nada.

Dito isto, você pode também pesquisar sobre outros investimentos com algum risco mas que proporcionem ganhos maiores.

Desculpa # 4: Eu não entendo nada de poupança e não sei em quem confiar

Ter um orçamento é fundamental, mas muitas pessoas ainda associam orçamento a privação, e isso apenas as estimula a gastar mais. Se este é o seu caso, então você precisa de mudar a sua mentalidade – Encare o orçamento como uma ferramenta que lhe permitirá alcançar a vida com que sonha.

Se está a gastar mais do que devia, provavelmente está a acumular dívidas no cartão de crédito, e isso está a custar-lhe ainda mais dinheiro em juros. Se for esse o caso, faça um plano para reduzir a sua dívida – eliminando as dívidas do cartão de crédito (que normalmente têm taxas de juro mais altas), por exemplo pedindo um empréstimo pessoal ou avançando para uma consolidação de créditos.

Desculpa # 5: Calma que eu já estou a poupar (Mas, será que está mesmo?)

Algumas pessoas acham que já estão a poupar dinheiro, mas na realidade não estão. O que essas pessoas fazem é colocar de lado o que sobra no final do mês, em vez de fazer da poupança uma prioridade. Se sobrar algum no final do mês ótimo, se não sobrar paciência…

Para poupar de verdade você deve estabelecer à partida qual a percentagem do seu rendimento que quer poupar mensalmente. 5%? 10%? 20%?

Dessa forma, a primeira coisa que deve fazer quando receber o seu próximo salário é colocar de lado esses 5, 10 ou 20% – por exemplo numa conta poupança separada.

 

Para terminar, deixe-me dizer que nunca é cedo ou tarde demais para começar a economizar e colocar o seu dinheiro a trabalhar para si. Lembre-se que o dinheiro é um ótimo empregado mas um péssimo patrão.

Receba as nossas dicas / notícias diretamente no seu email:

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *