Tudo sobre ser Fiador – Saiba quem pode ser fiador e quais as obrigações

O objetivo deste artigo é esclarecer algumas dúvidas comuns relacionadas com a figura do FIADOR, tais como: Quem pode ser fiador? É obrigatório ter fiador para poder pedir crédito? É possível desistir de ser fiador? Em que situações o fiador é chamado a assumir o pagamento do crédito?

Muitas pessoas pensam que avalista e fiador é a mesma coisa, no entanto, apesar de ambos darem uma garantia pessoal, as suas obrigações e o enquadramento legal é diferente. Portanto, fiador e avalista não é a mesma coisa.

quem pode ser fiador

Avançando para o tema principal deste artigo…

Afinal, quem pode ser fiador?

Nem todos podem ser fiador, e é a entidade credora (banco ou outra entidade financeira) que tem o poder de decidir sobre quem aceita como fiador. Por norma, os bancos aceitam como fiadores pessoas que tenham património pessoal, mas também podem aceitar indivíduos que não tenham património mas que tenham um vencimento significativo.

É possível obter crédito sem fiador?

A resposta simples e direta é SIM, porque não é obrigatório um fiador para o crédito ser aprovado. No entanto, se a taxa de esforço ultrapassar os 35% o banco irá pedir uma garantia extraordinária.

> Veja AQUI como calcular a taxa de esforço de um crédito

Sou fiador, posso desistir de o ser?

Geralmente, NÃO. Quando alguém aceita ser fiador, aceita sê-lo para toda a vida útil do crédito em questão. Contudo, em alguns casos (raros, por sinal), poderá ser possível trocar um fiador por outro mediante um acordo entre banco e devedores.

Mas é de realçar que um crédito com fiador NÃO pode deixar de ter fiador a meio do seu pagamento.

Em que situações o fiador é chamado a assumir o pagamento do crédito?

O fiador é chamado a assumir a dívida sempre que o devedor entra em incumprimento, sendo que pode fazê-lo com dinheiro ou com o seu património. No caso do fiador não ter meios para assumir a dívida, o banco é forçado a penhorar o cliente. No entanto, quase todos os créditos com fiador incluem já uma cláusula em que se nega o direito à execução prévia.

É possível ser fiador de mais que uma pessoa?

Em princípio sim, desde que se tenha vencimento relevante ou património para tal.

 

Muitas pessoas aceitam ser fiadoras sem se informarem devidamente sobre quais as obrigações que isso implica, e só se lembram disso na hora do aperto, mas aí já pode ser tarde. Por isso, antes de aceitar ser fiador informe-se sobre as suas obrigações e pense bem no que se vai meter.

Receba as nossas dicas / notícias diretamente no seu email:

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *